Banner



A Shueisha, dona de algumas das mais conhecidas propriedades intelectuais no mundo da animação japonesa, passou as últimas horas a pedir a remoção de qualquer imagem relacionada com as suas animações nas redes sociais, incluindo as que foram partilhadas por ilustradores oficiais que trabalham para si.

Ao longo das últimas horas, o que já é conhecido como "Shueisha Strike" tornou-se num dos temas mais comentados no Twitter e milhares de pessoas questionam-se sobre este ataque da companhia a ilustrações, imagens, gifs e praticamente tudo o que esteja relacionado com as suas propriedades.

Dr. Stone, Food Wars, One Piece, Dragon Ball, Death Note, Naruto, Boruto, My Hero Academia e Jojo's Bizarre Adventure são apenas algumas das populares propriedades no catálogo da Shueisha e até imagens de perfil no Twitter estão a ser alvo da companhia, que afirma tratarem-se de uso indevido de material sobre o qual detém os direitos.

Vários fãs queixam-se de partilhar imagens, ilustrações e gifs que foram removidos após a Shueisha ter relatado essa violação dos direitos de autor às entidades responsáveis por essa rede social.

No entanto, a Shueisha está a atacar indiscriminadamente até os seus ilustradores oficiais, estão a ser atingidos, o que poderá resultar em contas bloqueadas para alguns deles, como é o caso de Fenyo.

Conhecido entre a comunidade de Dragon Ball pelas ilustrações que realiza para projetos como Dragon Ball Heroes e Dragon Ball Z: Dokkan Battle, Fenyo partilhou que foi alvo da política de direitos de autor da Shueisha, companhia para a qual trabalha e que a sua conta poderá ser bloqueada.

Fenyo partilhou que a sua conta no Twitter foi bloqueada e teve de verificar o processo de direitos de autor, mas não sabe se a sua conta poderá ser removida pois se voltar a acontecer, não a poderá recuperar.

A Shueisha não precisava desta guerra com a comunidade, que ainda está a tentar descobrir o que se passou.


A PÔLEMICA ENVOLVENDO A SUEISHA!!



A Shueisha, dona de algumas das mais conhecidas propriedades intelectuais no mundo da animação japonesa, passou as últimas horas a pedir a remoção de qualquer imagem relacionada com as suas animações nas redes sociais, incluindo as que foram partilhadas por ilustradores oficiais que trabalham para si.

Ao longo das últimas horas, o que já é conhecido como "Shueisha Strike" tornou-se num dos temas mais comentados no Twitter e milhares de pessoas questionam-se sobre este ataque da companhia a ilustrações, imagens, gifs e praticamente tudo o que esteja relacionado com as suas propriedades.

Dr. Stone, Food Wars, One Piece, Dragon Ball, Death Note, Naruto, Boruto, My Hero Academia e Jojo's Bizarre Adventure são apenas algumas das populares propriedades no catálogo da Shueisha e até imagens de perfil no Twitter estão a ser alvo da companhia, que afirma tratarem-se de uso indevido de material sobre o qual detém os direitos.

Vários fãs queixam-se de partilhar imagens, ilustrações e gifs que foram removidos após a Shueisha ter relatado essa violação dos direitos de autor às entidades responsáveis por essa rede social.

No entanto, a Shueisha está a atacar indiscriminadamente até os seus ilustradores oficiais, estão a ser atingidos, o que poderá resultar em contas bloqueadas para alguns deles, como é o caso de Fenyo.

Conhecido entre a comunidade de Dragon Ball pelas ilustrações que realiza para projetos como Dragon Ball Heroes e Dragon Ball Z: Dokkan Battle, Fenyo partilhou que foi alvo da política de direitos de autor da Shueisha, companhia para a qual trabalha e que a sua conta poderá ser bloqueada.

Fenyo partilhou que a sua conta no Twitter foi bloqueada e teve de verificar o processo de direitos de autor, mas não sabe se a sua conta poderá ser removida pois se voltar a acontecer, não a poderá recuperar.

A Shueisha não precisava desta guerra com a comunidade, que ainda está a tentar descobrir o que se passou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário